HomeBlogEscolaTrabalho voluntário nas férias escolares

Trabalho voluntário nas férias escolares

O período de férias escolares pode ser aproveitado de diversas maneiras por estudantes, professores e equipe escolar. Há algumas ações que podem fazer com que as férias sejam mais produtivas e recompensadoras. Os alunos, educadores e funcionários da escola podem, individualmente ou em grupos, buscar por tipos de trabalho voluntário que sejam prazerosos.

Neste artigo, conheça alguns tipos de trabalho voluntário para serem realizados nas férias escolares e veja a importância do voluntariado na prática cidadã.

Tipos de trabalho voluntário para realizar nas férias escolares

São diversas as opções de trabalho voluntário que estudantes, professores e funcionários da escola podem realizar durante as férias.

Defender as causas animais

Vários projetos voluntários nacionais e internacionais têm como foco o resgate, a reabilitação e o cuidado com os animais das mais variadas espécies. Existem organizações cujo objetivo é resgatar cães e gatos de rua e proporcioná-los um lar. Outras têm o objetivo de reinserir os animais em seus habitats naturais, quando é possível, e cuidam daqueles que não podem retornar à vida selvagem.

Cidades litorâneas geralmente têm projetos voltados à preservação da vida marinha, como o Projeto Tamar. Durante as férias escolares, esses tipos de projetos costumam ter uma programação especial de visitas e atividades. Essas atividades envolvem a população, que passa a conhecer melhor o trabalho realizado e a buscar formas de se envolver com a causa.

Ajudar os idosos

A expectativa de vida vem crescendo no Brasil e no mundo nos últimos anos e, com isso, os idosos estão vivendo cada vez mais. Mesmo que vivam de forma saudável, ainda existem muitos idosos em asilos, casas de repouso, abrigos e solitários em suas casas.

Organizar uma reunião em grupo com amigos para visitar asilos ajuda os idosos a sentirem carinho e acolhimento. Ensinar habilidades do grupo, como um instrumento musical, dança ou algum jogo são algumas das possibilidades. Aprender coisas novas faz o cérebro ativar uma sensação de vitalidade e pode tornar a vida dos idosos mais alegre.

Visitar e cuidar dos doentes

Muitos hospitais possuem espaços para que voluntários possam brincar e realizar atividades como desenho, pintura, música para alegrar o dia de crianças enfermas. No entanto, adultos sofrem como ou mais que crianças — afinal, conseguem entender melhor a situação na qual se encontram. Por isso, é interessante pensar em ações que podem ser levadas aos hospitais com o objetivo de entreter os pacientes.

Ser voluntário sem sair de casa

Voluntariado nem sempre envolve o sair de casa! Diversas instituições precisam de doações e de voluntários para cuidar da parte de comunicação e mídias sociais. Para isso, basta ter um computador ou celular e acesso à internet. Assim, é possível fazer campanhas para ajudar as instituições, seja para a arrecadação de doações, conseguir mais voluntários e até mesmo divulgar eventos beneficentes.

Distribuir alimentos e agasalhos para moradores de rua

Infelizmente, milhares de pessoas vivem em situação de rua no Brasil. Existem grupos pelas cidades de todo o país que buscam arrecadar alimentos, agasalhos e itens de higiene para entregar aos moradores de rua. No entanto, é possível fazer isso de forma individual ou num grupo de amigos.

Juliana Cardozo, coordenadora de comunicação do pH, fez uma ação de distribuição de alimentos para moradores de rua em São Paulo. Ela conta que sua motivação para realizar esse trabalho foi um incômodo com a quantidade de pessoas morando em ruas da região que ela frequenta junto com uma curiosidade em relação ao motivo das pessoas estarem naquela situação. Além disso, Juliana queria realizar algum tipo de trabalho voluntário para ajudar as pessoas, e percebeu que não precisava ir a alguma instituição que fizesse isso.

Ela se juntou com um grupo de amigos e começou a arrecadar dinheiro para fazer um dia de entrega de alimentos na rua. “Não foi apenas uma entrega. A gente parava, a gente conversava, a gente queria entender os motivos pelos quais as pessoas estavam na rua”, relata Juliana. Ela fala ainda, sobre como o impacto é grande na vida de quem recebe as doações e como é gratificante ver a reação das pessoas.

O voluntariado dentro da escola

O voluntariado não precisa, no entanto, se limitar ao período de férias escolares. Com a devida organização do tempo e planejamento, é possível que alunos, professores e funcionários da escola mantenham as atividades voluntárias durante o ano letivo.

Além disso, é possível desenvolver ações dentro da própria escola que ajudem os mais necessitados. A escola pode promover campanhas de agasalho e organizar visitas a hospitais, asilos ou orfanatos. Essas ações podem ser colocadas em prática junto às diversas disciplinas durante o ano letivo. Essa experiência é bastante enriquecedora para o processo de ensino-aprendizagem e desenvolvimento de questões éticas e sociais.

O que é trabalho voluntário?

Conforme a Lei 9.608, de 18 de fevereiro de 1998, o trabalho voluntário é:

“a atividade não remunerada, prestada por pessoa física a entidade pública de qualquer natureza, ou a instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.”

A importância do trabalho voluntário

O trabalho voluntário é de extrema importância, tanto para quem o realiza quanto para a sociedade. Uma vez que o voluntariado representa a doação do tempo buscando a melhoria da vida do outro, sua prática, além de colaborar para o avanço da sociedade, contribui com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais em quem o pratica.

A prática de atividades fora da zona de conforto proporciona reflexões e mudanças nas atitudes do ser humano. Sendo assim, o voluntariado influencia no autoconhecimento, além de proporcionar o exercício da resiliência e da empatia. Além disso, o voluntariado promove uma sensação de realização.

Por meio do trabalho voluntário, conexões importantes são criadas na medida em que é possível conhecer pessoas com pensamentos e ideias similares. Essas conexões podem ser inspiradoras para começar novos projetos e até ajudar os alunos na escolha profissional.

Conclusão

O trabalho voluntário é muito importante e traz diversos benefícios à sociedade e ao próprio voluntário. O período de férias é o momento ideal para começar a colocar o voluntariado em prática e planejar inseri-lo na rotina de estudantes, professores e funcionários da escola. A instituição de ensino pode promover campanhas e atividades voluntárias e engajar toda a comunidade escolar nessa prática.

O voluntariado tem muito a contribuir com o processo pedagógico, na medida em que proporciona o contato dos estudantes com pessoas diferentes, promove interdisciplinaridade e incentiva o desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Outra contribuição para o processo pedagógico é o uso de materiais digitais em sala de aula. Preparamos um infográfico sobre isso, confira:

trabalho-voluntario-nas-ferias-escolares

Sua escola tem alguma iniciativa de trabalho voluntário? Comente!