Nube: Planejamento nos estudos

Data: 22/03/2019

Veículo: Nube

A preparação para o vestibular é intensa e exige foco e disciplina dos estudantes. São muitas matérias para serem aprendidas e revisadas e, para não se perder ao longo dos semestres, é necessária uma organização antes do início do período letivo.

Segundo o coordenador do Sistema de Ensino pH no Rio de Janeiro, Fabrício Cortezi, o erro mais comum dos alunos ocorre por causa da falta de planejamento. Nesse sentido, o ideal é montar um cronograma e obedecê-lo religiosamente. Após a divulgação da data do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio, os candidatos têm cerca de 30 semanas para se preparar. Com essa noção de tempo até o dia do teste, é mais fácil dividir o conteúdo a ser estudado e planejar os tempos de descanso.

“Deixar a matéria acumular é o primeiro erro. É necessário se organizar. Desse modo, as chances de ter bons resultados no final do ano são muito maiores”, diz Cortezi. A avaliação tem peso maior em matérias específicas, então é legal dedicar o momento da tarde para elas. Contudo, é válido tomar cuidado para não deixar os outros itens de fora.

Leia mais

Quero Bolsa: 8 temas sobre a água que podem cair no Enem 2019

Data: 22/03/2019

Veículo: Revista QB – Quero Bolsa

Os dias de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 já estão marcados: 3 e 10 de novembro. Nas últimas edições, as provas têm apresentado uma parcela de questões que abordam os impactos ambientais resultantes da ação humana na natureza. Dentre os muitos impactos, a água é um assunto recorrente devido à grande relevância.

Neste Dia Mundial da Água, vale a pena relembrar tópicos importantes sobre o tema que podem ser cobrados no Enem. A Revista QB conversou com o Hugo Anselmo, autor e professor de geografia do Curso Anglo, e com o Igor Aleixo, autor do material de geografia do Sistema de Ensino pH, que elencaram esses itens.

Veja todos os temas aqui

Escola instala sala de aula modelo em shopping e bate meta de matrículas

Colégio Êxito, em Alagoas, venceu o prêmio Gota Criativa no último encontro de marketing do Sistema de Ensino pH

O Colégio Êxito, da cidade de Arapiraca, em Alagoas, encontrou uma forma eficaz para divulgar à comunidade local as mudanças na instituição. Após se tornar parceira do Sistema de Ensino pH, a escola quis mostrar como as mudanças afetariam o dia a dia dos estudantes e decidiu abrir uma sala modelo dentro de um shopping da cidade. A ação de marketing foi vencedora do prêmio Gota Criativa no último encontro do pH.

Chamada de “Desafiando Limites”, a estratégia valeu a pena e fez com que o colégio batesse a meta de matrículas para o ano. “Nos trabalhávamos com outro sistema há 24 anos e era natural que as pessoas assimilassem o nosso nome ao do antigo material. Mas a ação permitiu não só que a gente se desvinculasse do sistema velho, como mostrou aos pais que estamos trazendo um diferencial para oxigenar o ensino”, afirma Maria de Lourdes Correia da Silva, diretora do colégio.

Arapiraca é uma cidade de cerca de 200 mil habitantes e o local com maior fluxo de pessoas que fazem parte do público alvo da escola é o shopping center da região. A direção fez a cotação de preços e, além de instalar uma sala de aula modelo em um dos pontos do local, também adesivou escadas rolantes do shopping com a nova campanha de marketing.

“A sala de aula modelo era separada por modalidade, fizemos ambientes de educação Infantil, Fundamental I e II. Adequamos as propostas pedagógicas, levamos a parte tecnológica e os professores ficaram disponíveis para dar explicações aos interessados”, conta Maria de Lourdes.

A sala funcionou por três meses, todos os dias. Segundo a diretora, a repercussão foi tão grande que incomodou a concorrência. “Outras instituições começaram a colocar tapumes ao lado da nossa marca. Isso fortaleceu, foi notório também nas redes sociais, onde conseguimos muitos seguidores porque postávamos as pessoas que visitavam, marcamos os pais nas publicações”, ressalta.

O projeto deu uma dimensão maior ao marketing da instituição, tanto que a direção já se prepara para contratar mais um profissional da área para dar suporte as ações. “O Desafiando Limites trouxe a marca de investimento em publicidade para a escola. Depois da ação, recebemos solicitações de imprensa de emissoras de TV, que lembraram do nosso nome e nos procuraram para produzir pautas sobre o Carnaval”, conclui a diretora.

Se você é professor, aluno ou gestor, compartilhe seus projetos pedagógicos com o pH. Quanto mais dividimos o nosso sucesso, mais ganhamos força. Vamos juntos? Envie-nos a sua história.

Dia internacional da mulher

No Dia Internacional da Mulher, Instituto Kairós promove homenagem significativa para as mulheres Ipuenses

O Dia Internacional da Mulher, comemorado nesta sexta-feira (8), gerou em diversos segmentos homenagens e diversas manifestações de carinhos para as mulheres. No âmbito educacional, não foi diferente, ao tratar dos diversos tipos de representações femininas e do histórico percorrido pela figura da mulher nos anos da nossa história, as escolas oportunizaram em suas homenagens o papel vigente da mulher brasileira.

Consolidada como a “evolução na Educação Ipuense”, o Instituto Kairós promoveu durante toda a manhã uma série de homenagens para as mulheres que fazem e que são a alma da instituição de ensino. Ao serem recepcionadas por músicas temáticas e agraciadas com uma singela lembrança, as professoras, funcionárias e alunas da escola puderam enxergar, na figura central da diretora, Profa. Núbia Maria, o reconhecimento ideal da mulher.

Em um evento surpresa, a diretora da instituição se deslocou a cada sala para, pessoalmente, parabenizar e fazer refletir a importância das comemorações do Dia Internacional da Mulher.“A partir do momento que você cria para os alunos a concepção de que a mulher lutou e luta até hoje por seus direitos, você amplia o leque de pensamento crítico. Todos os dias, as mulheres merecem flores e, principalmente respeito”, declarou a Profa. Núbia Maria, diretora do Instituto Kairós.

Ao longo do dia, um carro de som, ao comando da escola, foi desposto pelas ruas da cidade do Ipu para, de forma coletiva, homenagear as Mulheres Ipuenses. Em seguida, cada mãe ou responsável foi recepcionada com uma doce lembrança ao ir buscar seu filho(a).

Aprovado do Sistema pH dá dicas para quem vai prestar o vestibular este ano

Alunos e professores afirmam que é preciso foco e determinação para conquistar uma vaga

A preparação para o vestibular já começou e os aprovados do Sistema de Ensino pH sabem muito bem qual é o melhor caminho para seguir rumo à aprovação. O estudante Lucas Guimarães, 18, por exemplo, passou em primeiro lugar no curso de Engenharia da Computação da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. O carioca conta que ainda precisou conciliar os estudos no Externato Santo Antônio, no Rio de Janeiro, com as aulas particulares que lecionava para oito conhecidos.

“Recomendo muito tentar entender a maior parte da matéria durante a aula. Se a quantidade de dúvidas for mínima, basta repassar em casa fazendo uma rotina de exercício. Assim, o estudo não fica cansativo, e o aprendizado é proveitoso”, afirma Lucas.

O aprovado conta que a escolha da faculdade aconteceu ao assistir palestras de profissão na escola. Foi então que fez um curso online e se descobriu. Já o professor de Lucas, Jorge Ribeiro, afirma que o grande diferencial do ex-aluno é o fato dele saber transitar muito bem pelas disciplinas.

“A cobrança/pressão em cima dos alunos, nesse período, é grande. Por isso é preciso mais do que conteúdo, o jovem precisa estar apto a lidar com as emoções, ter disciplina e comprometimento”, comenta o professor.

Olhar de um professor

O papel do professor de ensino médio é de, acima de tudo, passar confiança. Segundo a professora Aline, do Colégio Espaço Livre, no Rio de Janeiro, essa confiança acontece quando o educador mostra ao aluno que empecilhos existem, mas, com dedicação, é possível atravessá-los.

“Eu diria que o meu maior desafio, hoje, é fazer o aluno se sentir motivado a querer escrever um texto depois de seis aulas durante a manhã, por exemplo. Evidente que o conteúdo é essencial, mas sem motivação, a aula pode ser com um dos melhores professores, o gramático mais reconhecido; nada disso teria sentido para o aluno. Trabalhar com o emocional é extremamente importante”, comenta a professora de português.

Encontro de Marketing 2019 mostra novidades do Sistema de Ensino pH

Eventos aconteceram na última semana em São Paulo e no Rio de Janeiro e contaram com escolas de todo o país

Representantes de escolas de todo país se reuniram para mais uma edição do Encontro de Marketing, realizado pelo Sistema de Ensino pH, que aconteceu no dia 21 em São Paulo, e 22 no Rio de Janeiro. Durante os eventos, mantenedores, educadores e equipes de marketing das escolas se atualizaram sobre as novidades do guia MKTpH para 2019, feito em parceria com a Agência EMME, e receberam dicas para otimizar a comunicação, utilizar as redes sociais, prever e gerenciar possíveis crises dentro da instituição e até se preparar para eventuais entrevistas para veículos jornalísticos.

 “O encontro de hoje acrescentou muito na minha visão de gestora na área de marketing. As informações nos deram mais respaldo, inclusive na questão jurídica, além de uma visão pedagógica e de mercado. Esse é um encontro onde podemos analisar as nossas ações e projetar novas estratégias para 2019”, afirma Núbia Maria Ferreira, gestora proprietária do Instituto Kairós, que saiu de Ipu (CE) para o evento.

Os participantes também receberam informações sobre a agenda pH 2019, que conta com grandes eventos como a Bett Educar, em maio, e o Encontro de Mantenedores, em setembro. O Sistema de Ensino pH ainda anunciou um portal pedagógico reformulado e uma nova campanha institucional: “Educação que inspira ação”, com base nos pilares da solidariedade, direitos humanos e da vontade de transformar a realidade.

Para Dagoberto Candido Pinto, do Colégio Conti, de São Paulo, o encontro foi enriquecedor porque preparou as escolas para eventuais crises e deu dicas para instruir os funcionários. “Eu vim de uma realidade de 20 anos com o mesmo sistema de ensino e estava muito curioso em conhecer o pH de fato. Fiquei encantado com o conteúdo do evento. Dificilmente alguém se prepara para uma crise, as pessoas não estão preocupadas, só quando algo acontece”, disse o diretor.

O encontro ainda contou com o prêmio ‘Gota Criativa’, em que projetos de escolas foram premiados após votação que aconteceu na integra junto aos participantes do evento.  Em São Paulo, o primeiro lugar ficou com o Colégio Êxito, de Arapiraca (AL), com a ação “Desafiando Limites”.  Também venceram o Instituto Kairós (CE), com a Kairós Fest, e o Colégio Saad, de Taubaté (SP), com o “Sarau poesia e esperança”. No Rio de Janeiro, o prêmio de primeiro lugar ficou com o Centro Educacional Monteiro Lobato – Cemol, da cidade de São Gonçalo (RJ), com o projeto “ComViver”; seguido do Centro Educacional Pereira Rocha, também de São Gonçalo (RJ), em segundo lugar, com a ação Matrícula Premiada, e em terceiro o Centro de Educação Aplicada São Fidélis, na cidade de São Fidélis (RJ), com a Festa da Família e a Gincana Integração.

Terra: Adaptar sala de aula à BNCC é continuar refletindo e atualizando as práticas educacionais

Veículo: Terra

Data: 21/02/2019

Artigo por Cláudio Falcão – diretor do Sistema de Ensino pH

Nos próximos meses, as escolas deverão adaptar todo o conteúdo ensinado em sala de aula aos parâmetros da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), um documento que vem sendo construído há anos por meio de muitas mãos, em um processo democrático envolvendo vários governos e ministros. Diante disso, as instituições de ensino estão em um ambiente de novidades e incertezas. No caso da BNCC do fundamental, tanto nos anos iniciais como nos anos finais, o conteúdo está consolidado e definido. Já a BNCC do médio, ainda pode sofre algumas alterações, principalmente com a mudança de rumo da política educacional implementada pelo atual governo. De qualquer forma, o nosso compromisso, como Sistema de Ensino, é facilitar esse processo de adaptação. Fazer isso não é reinventar a roda, mas continuar refletindo sobre as práticas educacionais, atualizá-las e modernizá-las.

Leia mais

Escola parceira do Sistema de Ensino pH no Ceará é destaque na mídia regional

Veículo: Repórter Francisco José

Data: 21/02/2019

Em São Paulo, Instituo Kairós recebe prêmio Gota Criativa do Sistema de Ensino pH

Conhecido pelos seus destaques em aprovações, projetos, nível e qualidade de ensino, o Instituto Kairós acumula mais um mérito honroso aos seus destaques! Na manhã e tarde desta quinta-feira (21), a diretora da instituição, Profa. Núbia Maria, e o Assessor de Comunicação e Marketing da escola, Vinícius Braga, estiveram presentes no “Encontro MKTPH 2019”, do Sistema de Ensino PH, na cidade de São Paulo.

O evento aconteceu no Espaço São Paulo Center e discutiu estratégias, planos de ação e diversos projetos relacionados ao Marketing Educacional. Durante o encontro aconteceu a primeira edição do “Prêmio Gota Criativa”, premiando os projetos e ideias criativas e inovadoras das escolas parceiras do renomado Sistema de Ensino PH.

Leia mais

 

Viagem Cultural

Alunos aprendem história em viagem cultural

Colégio Centro de Estudos organizou passeio para Petrópolis, no Rio de Janeiro

Para entender o presente e projetar o futuro, é preciso, primeiro, conhecer a história do homem através do tempo. E foi pensando em quebrar as barreiras dos livros e apostilas que o Colégio Centro de Estudos, de Campo dos Goytacazes (RJ), criou o projeto “Aula de Campo”. Todo ano, as turmas do sétimo ano do Ensino Fundamental II realizam viagens que agregam conhecimento ao conteúdo aprendido em sala de aula.

O último passeio foi para Petrópolis, no estado fluminense. Conhecido como cidade imperial, o município era onde diplomatas e estrangeiros moravam durante o período imperial. Dom Pedro I, aliás, adquiriu uma fazenda ali após se encantar pela região. Seu filho, Dom Pedro II, mandou construir um palácio de verão no local.

Durante o passeio, os 80 alunos do Colégio Centro de Estudos visitaram o Palácio de Cristal, o Museu Casa Santos Dumont, o Museu Imperial, a Catedral São Pedro de Alcântara, entre outros locais históricos.

“É a história viva, uma forma de trazer para a prática o que está preso no livro. O campo acrescenta mais prazer aos estudos de história”, afirma Fábio Willeman Alonso, coordenador do Ensino Fundamental do colégio.

Segundo Willeman, os alunos esperam o ano todo pela viagem organizada pela professora de História, Carmen Eugênia. “Eles se prepararam de tal maneira que, quando chegamos no museu, os guias ficaram impressionados com o repertório dos estudantes, que acabaram também se tornando guias no local”, finaliza o coordenador.

Se você é professor, aluno ou gestor, compartilhe seus projetos pedagógicos com o pH. Quanto mais dividimos o nosso sucesso, mais ganhamos força. Vamos juntos? Envie-nos a sua história.